A Pérola da Poesia

Pintura: Sr. do Vale
2,50m x 1,50m


Pensei distâncias e desencontros
Transitei pelo vazio
A procura do abraço
Sou resumo de um momento
Que me revira por dentro
.
Li o silêncio
E não entendi nada
Não quero cansar antes da estrada
Nem penso que vai ser fácil
.
Quero a mão estendida
E um fio de emoção que me ligue à vida.

Detalhe


Queres a presença
o detalhe do toque
a sugestão do vento
a roçar a secura
da pele fria
.

encontraste uma parte
do vazio que ensandece
.

onde fica a razão quando
na ardência imaterial
perde-se do desejo
a dimensão?
___________________________________________

O quanto a mente pode imaginar
diante de visão tão surreal
Quantos caminhos a percorrer
no vale da criação
Em suas cores tão vivas
Nas imagens que se sobrepõem
compondo uma estória inimaginável
Esta a beleza da poesia
descobrir a pérola na ostra
e trazê-la à luz dos nossos olhos
Criar a partir de algo abstrato
um significado para quem o lê
.

A mulher que alça vôo
lançando-se na escuridão
Um casal a queimar de paixão
no enlace de seus corpos
A sombra e a luz,
os contrário expostos
O Yin e o Yang,
masculino e feminino,
complementando-se num mesmo universo
O TAO em sua manifestação
Universo em expansão
uma explosão de matizes
Numa mistura de sensações
A morte e a vida
numa só pulsação

8 comentários:

Noslen ed azuos disse...

...belo detalhe, espalhe numa cançao de viola e violao, sua originalidade previsiva de loucuras do coraçao.

ns

M.PAUMARCH disse...

Com diu el bon amic Nelson, són "loucuras do coraçao". És tot un món oníric i misteriós. Tu ja tens el teu "filo de emoçao" que et lliga a la vida.
Salut, amic! I una forta abraçada.
Salvador.

Lara Amaral disse...

Queres a presença
o detalhe do toque
a sugestão do vento
a roçar a secura
da pele fria

encontraste uma parte
do vazio que ensandece

onde fica a razão quando
na ardência imaterial
perde-se do desejo
a dimensão?

Amigo, sinceramente, depois de ler um poema tão lindo já postado aqui, nem achei que seria tão interessante acrescentar algo mais. Mas como o amigo é vc e a arte é sua, e sei da consideração que tens comigo, não pude deixar de atender seu pedido.

Está tudo tão lindo, apesar da tristeza...

Beijos para ti.

Cultura Malcriada disse...

E aí, Mister!!!
Muito louco, hein!! Só me falta inspiração pra escrever algo sobre a pintura... quem sabe nas próximas!
FaloU!

lenor disse...

Parece que a dona da pérola ergue sobre a sua cabeça o véu azul-cinza-marinho que estava a envolver a vida para que a vida a não visse nua. E depois talvez se cubra com o véu a si. Como se a vida e a nudez fossem incompatíveis.

grafismos disse...

Joaoooooo! como vai? muito bom su arte, vocé é maluko (com K!)
un abrazo desde Argentina

Ianê Mello disse...

O quanto a mente pode imaginar
diante de visão tão surreal
Quantos caminhos a percorrer
no vale da criação
Em suas cores tão vivas
Nas imagens que se sobrepõem
compondo uma estória inimaginável
Esta a beleza da poesia
descobrir a pérola na ostra
e trazê-la à luz dos nossos olhos
Criar a partir de algo abstrato
um significado para quem o lê

A mulher que alça vôo
lançando-se na escuridão
Um casal a queimar de paixão
no enlace de seus corpos
A sombra e a luz,
os contrário expostos
O Yin e o Yang,
masculino e feminino,
complementando-se num mesmo universo
O TAO em sua manifestação
Universo em expansão
Numa explosão de matizes
Numa mistura de sensações
A morte e a vida
numa só pulsação


Ianê Mello

Liza Leal disse...

Mais uma viagem transcendental!...

UAU!

BJO