Dança Anárquica

Pintura: Sr. do Vale
3,00m x 2,00m

Por detrás das sombra da cordilheira
há labaredas que dançam ao som da correnteza
e se lançam à água
para virem ter conosco
desfeitas em branco e vermelho.
_______________________________________________

De fato estás deitado
o cimo da cabeça exposto
e é de lá que brotam as labaredas
é de lá eu escorre a rubra lava
e quem dançam são seus pensamentos
ao sabor do que é você mesmo
anarquista, graças a deus.

4 comentários:

Lara Amaral disse...

O poema ficou muito bom com a pintura, amigo. Gostei mesmo!

Espero que esteja bem e que tenha um bom descanso.

Beijo grande para vc!

lenor disse...

Por detrás das sombra da cordilheira há labaredas que dançam ao som da correnteza e se lançam à água para virem ter connosco desfeitas em branco e vermelho.

Senhora Loirinha Má disse...

De fato estás deitado
o cimo da cabeça exposto
e é de lá que brotam as labaredas
é de lá eu escorre a rubra lava
e quem dançam são seus pensamentos
ao sabor do que é você mesmo
anarquista, graças a deus.

Obrigada à Lua, Mãe Ancestral que nos ensina a Arte de Curar - Madre Del'Alma disse...

Falar da beleza e encanto de suas suas criações querido afilhadinho, é fazer chover no molhado, então vamos fazer cair tempestades de estrelas, assim, você terá mais luminosidade em seus dias...
Belo, Belo, Belíssimo...
Sou fã de carteirinha, de fila, de corrida, etc...etc...rs
Hoje, tua madrinha está um tanto quanto, 'magicienne'...rs no bom sentido, é claro.
É que estou hiper feliz!! Por você, e pelas minhas conquistas também...
Quero pedir tua permissão para postar a tela da Dança Anárquica no meu site de dança, com os devidos créditos e também quero falar um pouco desse seu trabalho...Posso? Sinta-se a vontade para não querer...
O site se quiser dar uma espiada antes...http://recriandomeumundo.blogspot.com/
Para mim, a dança se une a cada momento não só com os passos delineados em uma coreografia, mas com as criações de todas as formas...A bonequinha do espaço é prova disso, é presente de uma querido amigo...Chama-se Bailarina e se tornou marca do espaço e do trabalho.
Eu sou uma amante incondicional da arte em todas as formas ( a dança é uma delas em especial)...Você já sabe disso. Para mim, a arte, quando me toca é porque vem da alma de seu criador. Quer justificativa maior?

Beijo no coração
Madrinha (aff...que orgulho!)
Stella ;D