A Moldura

Pintura: Sr. do Vale
2,50m x 1,50m


Impossível não voltar.
Fiquei com o olhar preso no quadro
Solto! Ele.
Quase insignificante trazia um recado.
Recado quase imperceptível.
Mas tanta coisa acontecia naquele instante
que não podia no quadro reparar.
O mundo se esvaia em luz.
Uma luz que ninguém via
que cruzava a lógica como a espada de Arthur.
Sem direção ela fluia conforme cada movimento
provocando um sentimento.
Intenso.
As vezes era de dor que trazia o sofrimento.
As vezes era amor
trazido na felicidade do momento.
________________________________________


É arte
Inteligência
Criativa
Aprecia
Mostra
orgulhar
Perpetua...
Espetaculo!
________________________________________

O vermelho é a moldura
e a medida
é o espaço contido
que pinta a parede
e define o estilo do tiro.
.
A cabeça é ouro
e está tombada
o semblante está vivo
na boca de carmim tingida.
.
A cena toda é fingida.
.
Repare como eu ardo
por sobre a fronte pendida.
.
Repare que linda moldura fizestes
para enfeitar minha morte.

13 comentários:

Selena Sartorelo disse...

Gosta de Lenine?
Enquanto via tua moldura ouvia Miedo..se quiser está lá no possibilidades.

Linda tela!
beijosssssssssssssss

Mikas disse...

Cores fantásticas, quentes e envolventes :-)

lenor disse...

Sr. Do Vale, pinte um destes para mim.

Selena Sartorelo disse...

Impossível não voltar.
Fiquei com o olhar preso no quadro
Solto! Ele.
Quase insignificante trazia um recado.
Recado quase imperceptível.
Mas tanta coisa acontecia naquele instante que não podia no quadro reparar.
O mundo se esvaia em luz.
Uma luz que ninguém via
que cruzava a lógica como a espada de Arthur.
Sem direção ela fluia
conforme cada movimento
provocando um sentimento.
Intenso.
As vezes era de dor
que trazia o sofrimento.
As vezes era amor trazido
na felicidade do momento.


beijos meu querido amigo.

tossan disse...

É arte
Inteligência
Criativa
Aprecia
Mostra
orgulhar
Perpetua...

Espetaculo!
Abraço

Noslen ed azuos disse...

tanto no triste quanto na moldura me deleito com sua enigmática arte

ns

Senhora Loirinha Má disse...

O vermelho é a moldura
e a medida
é o espaço contido
que pinta a parede
e define o estilo do tiro.

A cabeça é ouro
e está tombada
o semblante está vivo
na boca de carmim tingida.

A cena toda é fingida.

Repare como eu ardo
por sobre a fronte pendida.

Repare que linda moldura fizestes
para enfeitar minha morte.

Fabrício Santiago disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Fabrício e cheguei até vc através do Blog Teatro da Vida. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir meu blog Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. Estou me aprimorando, e com os comentários sinceros posso me nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs



Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.


Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.


Abraços

http://narroterapia.blogspot.com/

Juliana Sphynx disse...

Ótimo blog!
Bom final de semana
=D

Valéria Sorohan disse...

Mais uma arte muito intressante, como sempre de grande leitura.

BeijooO*

Patrícia Gonçalves disse...

O vento vinha do leste, de uma cabeça solta, escalpelada rente ao chão, o sangue se espalhou por toda parte, tingiu de vermelho a terra e os ares, a cabeça solta largada é oca, não escuta as lamúrias do homem sentado do outro lado no chão.

M.PAUMARCH disse...

Hola, Joao.
Vinc a agrair les teves visites
i veig que tens molt d'èxit entre les fèmines brasileres, t'adoren!
Com sempre, la teva pintura suggerent i imaginativa atrau l'atenció... aquest univers tan particular teu. Parabéns!
Et vaig fer una consulta, recordes? Escriu-me.
Veig per aquí Selena. Algnes vegades em va visitar i no ha tornat més.
Um abraço des de CAT.

Salvador.

Liza Leal disse...

Viajo em tuas cores sem pressa
de voltar...


=)

bj