Vislumbre

Pintura: Sr. do Vale
0,72m x 0,38m




Vislumbra
Nos contornos
desta umbra
O que te assombra
Nesta obra
Que pouco cobra
Mas tanto dá
Pois é lá
Onde toda a água
Nos levará...
Salve Jorge
____________________________________

Entre a estrada e o finito
está a mulher
plantando sonhos entre as conchas
distribuindo idéias
entre as pernas
num gesto que confunde
deitar e mergulhar
entregar-se ou submeter-se
mas ela é uma mulher
e como se sabe
a ausência das vestes
pode significar um mundo
pode dizer: veja sou livre
ou gritar: vem e me segue.
Senhora Loirinha Má
____________________________________


Pesa teu corpo sobre o gelo que trinca...
dissolve.
Teus pés enterrado na rocha
Impede...
penetra.
O gigante observa a fuga
morosa do casulo
A água desce tranquila
Invade e separa
Um rastro de luz envolve teu corpo que liga e define
Desejo
O homem segue pequeno
Sozinho.
Selena Sartorelo

10 comentários:

Avassaladora disse...

Sempre encantada com suas pinturas!
És um mágigo!
Ou seria Mago?

Ou seria as duas coisas? rsrsrs

Só sei amo tudo que vc faz!


beijos avassaladores!

Tenha uma linda semana!

Mikas disse...

Adoro as tonalidades... marítimas, nostálgicas, mas ao mesmo tempo cheias de energia. Beijo

Mя Đo™ јuŝт ғøя ғци disse...

ola,
esta mulher que se confunde com as pedras, muito bonito. tonalidades da pintura também.

©tossan disse...

Belos olhares que tens a cada pintura uma não é igual a outra. Capacidade visual! Abraço

Salve Jorge disse...

Vislumbra
Nos contornos desta umbra
O que te assombra
Nesta obra
Que pouco cobra
Mas tanto dá
Pois é lá
Onde toda a água
Nos levará...

Senhora Loirinha Má disse...

Salve Jorge!

Senhora Loirinha Má disse...

Entre a estrada e o finito
está a mulher
plantando sonhos
entre as conchas
distribuindo idéias
entre as pernas
num gesto que confunde
deitar e mergulhar
entregar-se
ou submeter-se
mas ela é uma mulher
e como se sabe
a ausência das vestes
pode significar um mundo
pode dizer: veja sou livre
ou gritar: vem e me segue.

Sandra S. disse...

Autoria do desenho? falas da imagem? está a fonte de onde foi retirada, logo a baixo do texto.

Selena Sartorelo disse...

Pesa teu corpo sobre o gelo que trinca...dissolve.
Teus pés enterrado na rocha
Impede...penetra.
O gigante observa a fuga
morosa do casulo
A água desce tranquila
Invade e separa
Uma rastro de luz envolve teu corpo que liga e define
Desejo
O homem segue pequeno
Sozinho.

beijos

Auréola Branca disse...

De fato, vendo tuas imagens e minha essência, aqui, inspiro-me até a rabiscar alguns versinhos... Mas estou reservada apenas ao olhar, hoje...