O Grande Touro


Pintura: Sr. do Vale
1,47m x 0,92m



Minha alma anda arredia
em Andaluzia se espetam touros
o anel de ouro pesa em meu dedo
e eu quero o sopro furioso
das suas ventas
eu quero o músculo preciso
das suas partes
eu quero ser visada
ser o alvo da investida
por isso vim assim,
a carne exposta vermelha
El Toro, venga!
-Grita a torcida.
Depois estaremos exaustos
e recolheremos juntos
todas as rosas.
__________________________________________



Parece
.
que restou...
.
apenas o espaço
.
antes ocupado.
.
.
Sobrou a silhueta
.
um recorte
.
um fundo sem fim.
.
Perco meu olhar
.
no oco
.
escuro do nada.
.
E quando o aproximo
.
me vejo deitada
.
olhando para isso
.
um contorno vazio
.
Que separa o mundo
.
do resto do mundo
.
.
A garra penetra no lombo
.
No lombo do touro
.
que virou sombra
.
O touro de
.
duas cabeças.
.
__________________________________________


O Boi cansou do dia,
da noite e açougue,
comeu de sua própria loucura
para viver noutra vida,
mas deixou uma lembrança de despedida,
uma constelação num buraco negro
o seu coração.
.
Noslen ed azuos disse...
__________________________________________


O touro este solitário
Ser excessivo,
maltratado pela inveja e cobiçado
homem permissivo
que pensa-se dono de tudo,
da vida e morte das criaturas
e apenas é visionário.
__________________________________________

13 comentários:

Avassaladora disse...

Sr. do Vale, estou encantado com suas pinturas. Posso usár alguma, para ilustrar algum texto meu?
Claro que com os devidos créditos.
São maravilhosamente lindas!

Beijos!

Dona Sra. Urtigão disse...

Lindo!

(e o nome, indicado pelas letrinhas, é Pialio
HSHSHS)

Dona Sra. Urtigão disse...

OH! Agora é melhor: Belicis

Sr do Vale disse...

Ser tomado por uma indagação avassaladora logo cedo, ai que faço eu.
Claro minha amiga que podes usar a imagem, mas não esqueça de me avisar, pra eu ir lá fazer uma visita.
Sra. Urtigão, belicis, é daora, é mais que belo, é belicis.

beijoca pras meninas nesta manhã de sexta, vespera de feriadão, iauuuuuuuuuuuuuuu.

Senhora Loirinha Má disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Senhora Loirinha Má disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Senhora Loirinha Má disse...

Minha alma anda arredia
em Andaluzia se espetam touros
o anel de ouro pesa em meu dedo
e eu quero o sopro furioso
das suas ventas
eu quero o músculo preciso
das suas partes
eu quero ser visada
ser o alvo da investida
por isso vim assim,
a carne exposta vermelha
El Toro, venga! -
Grita a torcida.
Depois estaremos exaustos
e recolheremos juntos
todas as rosas.

Senhora Loirinha Má disse...

Vc acredita que eu esqueci uma palavra duas vezes no mesmo texto?

E a palavra é "alma".

Ainda bem que ainda não é um blues...

Branca disse...

São lindas demais as pinturas!

Bom fim de semana!

Selena Sartorelo disse...

Parece

que restou...


apenas o espaço

antes ocupado.


Sobrou a silhueta

um recorte
um fundo sem fim.


Perco meu olhar

no oco

escuro do nada.


E quando o aproximo

me vejo deitada
olhando para isso

um contorno vazio

Que separa o mundo
do resto do mundo


A garra
penetra no lombo
No lombo do touro
que virou sombra



O touro de
duas cabeças.

tossan disse...

Mais um show de pintura digital! Gosto muito desta. Abraço

PS: Passa lá no Amigos, apresento uma homenagem a Fernanda do Degustação com a participação especial do Sr. do Vale.
http://amigosnablogosfera.blogspot.com

Noslen ed azuos disse...

O Boi cansou
do dia, da noite e açougue,
comeu de sua própria loucura
para viver noutra vida,
mas deixou uma lembrança
de despedida,
uma constelação num buraco negro o
seu coração.

ns

ubbalda disse...

O touro este solitário
Ser excessivo,
maltratado pela inveja e cobiça
do homem permissivo
que pensa-se dono de tudo, da vida e morte das criaturas
e apenas é visionário.