Teatro das Ilusões

Pintura: Sr. do Vale
1,15m x 0,86m



Humildemente
Entro, vou pela tua mão
Subo a escadaria do ser
Inclino-me para escutar e ver
Desço, subo, giro…
Deixo-me ir na espiral
Dos sentidos acesos
Cor e luz, música na escuridão
Liberta
Solta
Nos crescendos da emoção
Ganho altura,
Plano
Voo
Vê e escuta
A minha alma
As trompetas e os clarins
Apontando ao alto
Abrindo os portais
De toda a claridade!
(BIA)








Dedicado a meu amigo: Maestro Marcelo Antunes Martins, que com sua sensibilidade enxerga a música.
Como no caso de seu aranjo para as Quatro Estações de Vivaldi, onde a música é comparada a uma pintura, que pode ser vista em detalhes a cada movimento.

11 comentários:

Selena Sartorelo disse...

Parabéns maestro!
Que através da magnífica obra do Sr. do Vale que me fez ver cada sutil e determinado movimento de sua batuta...fazendo-me ouvir a alma de sua regência sendo apresentada por essa composição.

Parabéns "Maestros".

Cristiana Fonseca disse...

Olá Sr do Vale
Composição fantástica, sublime.
Uma mistura de cores e movimentos únicos.
Simplesmente belo. Aliado a música, tens a perfeição.
Abraços,
Cris

Selena Sartorelo disse...

Sr. do Vale,
Perdoe-me a insistência mas não poderia sair sem comentar que essa é a mais forte de suas obras vista por mim até o momento...
Pois em minha opinião nunca tinha visto uma sinfônia de sentimentos regidos com pinceladas tão diversas.
A ausência da definição de um rosto não tira a expressão de cada emoção encenada.
Nessa grandiosa e particular encenação nos presenteia mais uma vez com um lindo espetáculo

Parabéns

abraços,

BIA disse...

Humildemente

Entro, vou pela tua mão
Subo a escadaria do ser
Inclino-me para escutar e ver
Desço, subo, giro…
Deixo-me ir na espiral
Dos sentidos acesos
Cor e luz, música na escuridão
Liberta
Solta
Nos crescendos da emoção
Ganho altura,
Plano
Voo
Vê e escuta
A minha alma
As trompetas e os clarins
Apontando ao alto
Abrindo os portais
De toda a claridade!

BIA

BIA disse...

Voo...

Abraço terno


BIA

beto melodia disse...

olá, mestre...

simples palavras não estão à altura de suas obras...

meus parabéns, meu amigo...

uma ótima semana e beijos em seu criativo coração...

Ynot Nosirrah disse...

Seu blog é irado. Voltarei sempre. Venha me ver também.

http://conscienciaacademica.blogspot.com/

Carmello Café disse...

Amigo, não vou me ater aos elogios, já que estes estão virando lugar-comum ao falar de suas obras, que sempre encantam e estimulam as melhores viagens; também não vou bancar o bobo da corte, um papel que me cabe à perfeição, mas que não é oportuno ao momento, porque só vim aqui mesmo para apreciar a vista, me iludir um pouco com o seu teatro e deixar um grande abraço ao grande amigo.
As férias finalmente acabaram e o meu ritmo deve voltar ao normal, aos poucos.
Abração!
Até!

f@ disse...

Perfeito … esplêndido.. palco de vidas nas cores do assombro … sensível encenação desse misto artístico de expressão e infinito talento
Bj das nuvens

Anônimo disse...

Querido Sr. do Vale:

A sensibilidade e beleza dos artistas faz com que a vida seja mais vida, faz com que possamos, nestes momentos de magia em contato com a arte, encontrar este universo misterioso e grandioso, infinito, que vocês nos trazem...
Obrigada pela homenagem, obrigada pelo carinho e pela amizade.

Com carinho,

FeRRnanda
PS: Trocamos a máquina. Por isso a demora em responder...

Sr do Vale disse...

FeRRnanda, essas palavras emocionam, muito obrigado.