Reverência

Pintura: Sr. do Vale


Quando o dourado do rosto imaginado
pulsa no coração do pássaro alado
a reverência é um ato de adoração
ao seu trabalho imaculado.
__________________________________________________________



Ela curva-se num gesto arrependido
E trás nos ombros pesados o olhar do senhor desconfiado...
E num voô distante e resignado
Segue o pássaro com seu olhar encantado...
levando consigo a mulher que reverência um senhor imaginado...
num pensamento que entre cores e sombras revela-se intenso dourado.
__________________________________________________________




Entra
– disse o pássaro
–Aproxima-te
Olha a profunda alma minha
Só então, verás além da linha
Das invisíveis coisas
Na distância, indeléveis e imprecisas!
Este é o olhar do pássaro
capaz de abrir o mundo
dentro do coração...
(BIA)
__________________________________________________________

Reverência e culto na cor e nas palavras…
Perfeito a extasiar em plumas macias o sonho…
(f@)
__________________________________________________________



Mesmo sendo incerta minha procedência
Vim fazer reverência
À magnificência
Que com tanta paciência
Esboças para nós...
__________________________________________________________

12 comentários:

Noslen ed azuos disse...

Quando o dourado do rosto imaginado pulsa no coração do pássaro alado a reverência é um ato de adoração ao seu trabalho imaculado.

...assim como os outros trabalhos, todos belo!

abração
ns

Selena Sartorelo disse...

Ela curva-se num gesto arrependido
E trás nos ombros pesados o olhar do senhor desconfiado...
E num voô distante e resignado
Segue o pássaro com seu olhar encantado... levando consigo a mulher que reverência um senhor imaginado...
num pensamento que entre cores e sombras revela-se intenso dourado.


abraços,

Selena

BIA disse...

Entra – disse o pássaro –
Aproxima-te
Olha a profunda alma minha
Só então, verás além da linha
Das invisíveis coisas
Na distância, indeléveis e imprecisas!


Este é o olhar do pássaro
capaz de abrir o mundo
dentro do coração...

Abraço terno e muito amigo


BIA

f@ disse...

Reverência e culto na cor e nas palavras…
Perfeito a extasiar em plumas macias o sonho…

Beijinhos das nuvens

Salve Jorge disse...

Mesmo sendo incerta minha procedência
Vim fazer reverência
À magnificência
Que com tanta paciência
Esboças para nós...

Luciene de Morais disse...

Que imagem forte!
Linkei você, para te acompanhar.
Um beijo
http://humanidades-e-afins.blogspot.com/

Cultura Malcriada - disse...

Uau!!
Essa imagem ficou demais...
Mandou ver!!!

Falou!!!

tossan disse...

O teu trabalho é o surrealismo mais verdadeiro que já vi.
Partículas já está lá no meu blog. Abração

Artista Maldito disse...

Olá Sr. do Vale

Venho prestar-lhe reverência, agradecer a sua visita, também eu vou já linká-lo.
Concordo com o comentário de surrealismo puro, quer nas pinturas-imagens, quer nos poemas.
Voltarei breve companheiro desta boa maldição, a Arte é o motivo central das nossas publicações.

Um abraço com amizade
Isabel

disse...

Um dos melhores trabalhos que eu já vi postado por aqui, linda imagem meus parabens

abraços

Cristiana Fonseca disse...

Sublimes tanto escrita como obras, perfeita harmonia.
Abraços,
Cris

Oliver Pickwick disse...

Nada é mais libertário que o vôo. A mulher reverencia o deus-pássaro pela conquista da sua própria condição de voar. Sem asas.
Um abraço!