Raizes

Na mesa os pedaços
Na mente colisões
No sentimento emoções

Em vida estou
Em viva emoção
Que na mesa não tem

Mas segura a física parte da Lua
E sente
Não o pedaço do pedaço

Mas o muito mais acima
Do coração

De um planeta distante
De um jardim falante
Onde somos todos vegetais

E as raízes vão pro fundo
Estravasam este mundo

A percepção alimenta a alma
Respira o ar
Aceita o Sol como direção

3 comentários:

Senhora Loirinha Má disse...

Sabe como se chama uma raiz donzela? Cenourita. hahahahahahahahahahahahahahaha. Sacaneei.

Senhora Loirinha Má disse...

Agora é sério: onde eu encontro TUDO sobre Gentle Giant?

Marcello L. a.k.a. Maddy Lee disse...

Sr do Vale,
blogs devidamente linkados. Valeu pela força!

Senhora Loirinha,
não sei se os links ainda estão ativos, mas no Gravetos & Berlotas
tem a discografia completa do G Giant à disposição (http://gravetos-berlotas.blogspot.com/search?q=gentle+giant)

Valeu!
Grande abraço.
ML